Como a inflação afeta os investimentos em imóveis

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Na hora de investir, todos nós sabemos que todo o cuidado é pouco. Afinal, estamos falando de quantias de dinheiro mais altas e que estão sendo utilizadas para dar rentabilidade. Os investimentos em imóveis estão dentro desta lógica e devem ser analisadas todas as possibilidades positivas e negativas de cada opção. O que assusta a muitos, no entanto, é a inflação, fator este que pode influenciar diretamente e impactar seus investimentos e ganhos.

Mas, afinal, como a inflação afeta os investimentos em imóveis?

A resposta pode ser encontrada detalhadamente no URBE.ME, o primeiro site de crowdfunding imobiliário do Brasil. Ele mostra que investir em imóveis, além de ser uma ótima opção de lucrar, é também uma boa opção para fugir da inflação. Confira abaixo o porque, segundo o URBE.ME, isso acontece:

No Brasil, existem órgãos específicos para fracionar os efeitos da inflação em bens e serviços, sendo os tradicionais IPCA (que é medido pelo IBGE) e o IGP-M (feito pela Fundação Getúlio Vargas). No entanto, existe um órgão próprio para medir os efeitos na inflação no mercado imobiliário e de construção civil, que é o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), também calculado pela FGV. Mensalmente ele mensura as alterações feitas nos preços de construções.

Preste muita atenção no INCC

É importante lembrar que a inflação impacta de diferentes formas os mercados e o INCC não irá, necessariamente, variar de acordo com outros produtos e serviços, ainda que os preços possam ser similares por conta do aumento da oferta monetária.

Basicamente, o resultado da medição do INCC irá afetar o mercado imobiliário servindo como parâmetro mensal para o ajuste dos preços. Para quem busca parcelar um imóvel, este índice irá incidir o valor total a ser pago, menos em compras onde o pagamento foi feito à vista.

Leia Também:

 

Sendo assim, é possível afirmar que a rentabilidade do imóvel será acrescida de correção monetária com base nos dados do INCC, o que protege seu investimento da inflação e ainda pode trazer um retorno bem positivo. Ou seja, o INCC será a base para as projeções de rentabilidade do imóvel, que podem variar entre +13% e +17,3 ao ano; e assim por diante.

Portanto, se ainda existe certo receio ou medo de investir no mercado imobiliário, saiba que o poder de proteção deste mercado é o que o torna um dos mais seguros a se investir. Pesquise, visite e descubra que investir em imóveis será uma decisão inteligente e altamente rentável que pode mudar a sua vida!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *